Compartilhe
Ir em baixo
@somosauditores
@somosauditores
Administrador
Mensagens : 6
Data de inscrição : 20/07/2019
Cidade : Pará
https://instagram.com/somosauditores

Até onde vai o Compliance? Empty Até onde vai o Compliance?

em Ter 23 Jul 2019, 19:03
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
O termo compliance tem origem no verbo em inglês to comply, que significa agir de acordo com uma regra, uma instrução interna, um comando ou um pedido. No âmbito corporativo, entende-se o termo como o conjunto de disciplinas para fazer cumprir as normas legais e regulamentares, as políticas e diretrizes estabelecidas para as atividades da instituição ou empresa. O objetivo do compliance corporativo é proteger a organização de atos ilegais ou antiéticos. Na sua opinião qual o principal objetivo de um programa de compliance, fortalecimento ético ou conformidade regulatória?
avatar
hildegardo
Mensagens : 1
Data de inscrição : 26/07/2019

Até onde vai o Compliance? Empty Re: Até onde vai o Compliance?

em Ter 30 Jul 2019, 09:59
Compliance precisa ser uma ferramenta para o fomento de uma cultura de integridade. A literatura internacional diz que a organização que se baseia exclusivamente em programas extrínsecos, até programas de compliance não terão eficácia.

Enviado pelo Topic'it
avatar
asilvano
Mensagens : 1
Data de inscrição : 28/07/2019

Até onde vai o Compliance? Empty Re: Até onde vai o Compliance?

em Qua 31 Jul 2019, 23:37
Reputação da mensagem: 100% (2 votos)
Conformidade Regulatória. Fomento ético, no meu ponto de vista, deve ser uma política de RH e deve ser fomentada em todas às áreas por meio das lideranças.

Enviado pelo Topic'it
Wendel Abreu
Wendel Abreu
Mensagens : 2
Data de inscrição : 20/07/2019
Cidade : Belém

Até onde vai o Compliance? Empty Re: Até onde vai o Compliance?

em Sex 02 Ago 2019, 11:28
No Brasil trazemos com frequência termos, conceitos e boas práticas adotados internacionalmente para o cotidiano das organizações públicas e privadas, no entanto nem sempre a forma como adaptamos para a nossa realidade condiz com o real propósito da aplicação. Por isso, dependendo do tipo de atividade corporativa, da natureza jurídica, do tipo de departamento que conduz as políticas ou programa de compliance e de outros fatores, temos uma disparidade muito grande de uso e de entendimento do termo.

Os primeiros registros do uso do termo compliance remetem à conformidade regulatória em que as organizações de fato deveriam se preocupar com o arcabouço jurídico ao qual estavam sujeitas, depois evoluiu para a observância dos próprios instrumentos normativos internos (planejamentos, manuais, códigos de conduta, estratégias, etc) e por último caímos do abismo do programa de integridade, em que simplesmente compliance e integridade se tornaram sinônimos para muita gente, o que eu discordo fortemente, porque acredito que o programa e as políticas de integridade são mais um dos instrumentos em que os colaboradores, terceirizados, fornecedores, administradores e demais envolvidos nas organizações devem observar e respeitar.

Os mecanismos de Integridade são uns dos principais instrumentos de combate ao risco de fraude e corrupção, algo extremamente relevante e necessário nos ambientes corporativos público e privado, no entanto não são os únicos. Nesse sentido, todos nas organizações devem estar em compliance com os programas de integridade, mas devem estar em compliance também com outros instrumentos de mitigação de riscos normatizados internamente e externamente.
Conteúdo patrocinado

Até onde vai o Compliance? Empty Re: Até onde vai o Compliance?

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum